Bicicleta e corpo movem relação muito além do passeio

Pés junto com pedais. A gravidade puxa pelos músculos, ossos, metais e borracha. A cabeça livre e atenta dá sinal do equilíbrio ágil suficiente para se lançar a um passeio qualquer, mas também para enfrentar precipícios de montanhas, desbravar relevos de cidade com ciência ou imprudência, girar no ar e estar ofegante no pulso humano-máquina que roda quando avança, que propõe novas mobilidades, jeitos de entender a cidade, de viver o ambiente, de encontrar pessoas.

SELECIONAMOS CONTEÚDO MULTIMÍDIA PARA VOCÊ IR MAIS FUNDO NESTE ASSUNTO:

galeria_bike

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s