Um pouco de química em nossos afetos

Gustav Klimt - The Kiss, 1907-1908 - The Österreichische Galerie Belvedere, Vienna, Austria

Hormônio do amor é como muita gente conhece a ocitocina Essa é uma ideia estereotipada, mas de fato a ocitocina está associada a sensações e situações positivas no ser humano – e em várias espécies animais.

Ela é produzida quando estamos em um ambiente agradável, sem ameaças, quando recebemos e oferecemos cuidado e afeto e é uma das químicas importantes para a reprodução , ligada ao prazer na relação sexual Também participa do trabalho de parto e da construção de vínculo entre a mãe e o bebê , principalmente a partir do contato de pele com pele.

downloadA ocitocina tem o efeito de reduzir estresse , intensificar processos de cura , e diminuir ansiedade e medo Sua produção acontece no hipotálamo e na neuro-hipófise, estruturas consideradas primitivas no cérebro dos mamíferos , e ela atua no corpo pela integração de nervos com o sistema parassimpático, e por meio de seu papel de neurotransmissor, um mensageiro que dá sinal para a ativação de diferentes funções do corpo.

Banksy_10Atividades que estimulam a produção de ocitocina vão desde tarefas manuais, como costurar, cozinhar, e fazer jardinagem, até passear em um lugar de natureza, meditar, fazer e receber massagem, tomar um banhoquente e interagir com toque, de modo geral. Fica a dica para o Dia dos Namorados.

Imagens: Gustav Klimt, Andrew Nichols e Banksy

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s