Imersão de Corpo e Movimento na Natureza * Primavera 2019

O retiro de primavera deste ano acontece de 29 de novembro a 1 de dezembro, com o tema Transmutações. Inscreva-se aqui!

icmn_vr2019_8_camadastrio.jpg

Se as instabilidades da vida podem provocar desassossego, elas oferecem também a oportunidade de compreender como acontecem as transições entre uma situação de estabilidade e outra. E mais ainda, como arranjos conhecidos podem se transformar em realidades totalmente novas. É mais ou menos como na alquimia, quando a manipulação de componentes e estados de energia de diferentes elementos da natureza podem gerar a transformação da matéria.

É inspirado nesses fenômenos que o ConeCsoma convida você para uma imersão na natureza, de 29 de novembro a 1 de dezembro, onde iremos explorar a noção de Transmutações a partir do corpo e para além dele. Faremos isso por meio de consciência corporal, de interação com o ambiente e de experimentações do mover do corpo no espaço e no tempo. E ainda doses de reflexão, conversa, imagens e contemplação. Inscreva-se aqui

20181201_115126

 

Explorar manifestações de Transmutação na vida estabelece uma ponte com o que nos torna parte das dimensões macro e micro do universo. E também nos conecta ao diálogo com o que nos torna criadores-intérpretes da dança universal que atravessa desde átomos até planetas e estrelas do firmamento.

Ou seja, abre novas perspectivas para ser humano.

PERCURSO

20181202_113743No retiro de primavera (2019) viajaremos para uma região de Mata Atlântica a cerca de 1h30 de São Paulo. Ali iremos dialogar com diferentes modos de reconhecer, vivenciar e expressar relatividade. E investigaremos novos modos de mover, encontrando potências e o prazer de perceber, desfrutar e tramar nossos movimentos, trajetórias e ritmos.

Tudo isso, sob a orientação do mentor somático Ricardo Barretto, a partir de princípios do Body-Mind Centering® e da dança contemporânea, além de princípios da sustentabilidade e das ciências da comunicação. Sempre respeitando e valorizando as singularidades de cada um e as relações com os outros e o ambiente.

20170212_imcnt_cmnhd

As experiências dessa imersão envolverão:.

> dinâmicas de consciência corporal e exploração do movimento para reconhecer perspectivas de Relatividade na constituição, no movimento e nos fluxos do corpo e do natureza, desenvolvendo modos singulares de mover e interagir

> contemplação da Relatividade nas estruturas e fenômenos da paisagem, aproveitando o ambiente como lugar de aprendizado e inspiração

> criação de repertório de movimento a partir da exploração de referências de Relatividade, gerando e apropriando-se de novos modos de mover e estar

> interação por meio de jogos de improviso e dinâmicas de movimento, estimulando a potência das relações vivas

> compartilhamento de percepções e descobertas a partir do que vivemos, e conversas sobre aspectos da sociedade e da ecologia a partir de noções da trajetória e dos tempos da vida humana no planeta e dos insights de cada participante

icmn_vr2019_22_tqgrp

As práticas têm início no sábado, 30/11, às 9h, mas encorajamos que todos os participantes viagem na sexta-feira, 29/11, para integração de grupo à noite e para uma introdução experiencial à imersão do fim de semana.

*Ajudaremos a organizar possíveis caronas entre os interessados.

*Estaremos hospedados na mesma casa e as refeições estão inclusas no pacote.

Investimento: R$ 422,00 (pode parcelar)
15 vagas > daremos preferência a quem confirmar com antecedência
Reservas, Inscrições ou Dúvidas aqui

FACILITAÇÃO: RICARDO BARRETTO

Comunicólogo e educador somático, Ricardo é o mentor do projeto ConeCsoma que promove conexões a partir do corpo e para além dele. Atua há cerca de 20 anos em comunicação para sustentabilidade e como movedor, em contextos artísticos e educacionais. Seu trabalho corporal bebe em três fontes: o entendimento da Comunicação como toda dinâmica de fluxos e trocas; o estudo de dança contemporânea e abordagens somáticas como o Body-Mind Centering®; e as noções de interdependência e visão integrada que caracterizam o pensamento da sustentabilidade.

A fusão e aprofundamento da pesquisa desses saberes integrados teve início em 2008, com sua atuação profissional no Centro de Estudos em Sustentabilidade da FGV-EAESP, e por meio de pós-graduação na ECA-USP, da formação em BMC®, da atuação como facilitador e educador somático e da participaçã

o no Núcleo de Formação Integrada do GVces.

SOBRE AS IMERSÕES DE CORPO E MOVIMENTO NA NATUREZA

Iniciativa que surge em 2017 como desdobramento das Experiências de Corpo e Movimento, que Ricardo Barretto oferece semanalmente no Espaço ConeCsoma. A ideia é aprofundar a proposta de educação para o movimento e de conexões a partir do corpo. Daí, um mergulho na natureza, com mais tempo e inspiração para perceber e explorar os fluxos informativos que atravessam o corpo e o conectam ao ambiente, à sociedade e às nossas relações. Sempre de modo estimulante e com respiro para digerir os aprendizados que surgem, curtir a natureza e criar laços entre as pessoas. Atualmente, realizamos uma Imersão de Corpo e Movimento na Natureza a cada três meses.

EDIÇÕES ANTERIORES

Inverno 2019

Outono 2019

Verão 2019

Primavera 2018

Inverno 2018

Outono 2018

Verão 2017

Equipe do mundo corporativo visita novos modos de inovar e nutrir conexões

Esta é a segunda vez que uma equipe do Banco Itaú vai ao espaço do ConeCsoma para desenvolver novas perspectivas do grupo e de cada pessoa, caminhos de confiança, abertura e conexão, e ainda potências para a criatividade.

Da primeira vez estava em pauta um novo projeto de sustentabilidade, com uma equipe recém formada. Dessa vez, a missão era voltada para uma equipe que já tinha um tempo de experiência e que demandava inspiração periódica para o desafio de inovar com qualidade e de modo intenso.

Nada melhor que ativar o corpo e o movimento! Para isso, Ricardo Barretto conduziu junto aos 16 colegas de trabalho dinâmicas de atenção plena, consciência corporal, exploração de movimento e jogos de improvisação. A resistência inicial deu lugar à diversão, à construção de diálogos e sentidos e a uma série de leituras e paralelos com o trabalho muito ricos, partilhados na roda de conversa final.

Performance emerge de aula no mestrado em sustentabilidade (FGV)

Um dos princípios norteadores da linha de Sustentabilidade no Mestrado para a Gestão da Competividade (FGV-EAESP) é a transdisciplinaridade. Em outras palavras, a evocação e conexão de diferentes conhecimentos e modos de fazer para estimular novos olhares e caminho para que potências de cada participante e do grupo se expresse de modo vivo.

É nesse contexto que são propostas aulas de formação integrada e, nesse espaço, algumas experiências de corpo e movimento. Em março, aconteceu uma delas, sob a condução de Ricardo Barretto, mentor do ConeCsoma que participa do núcleo de formação do Centro de Estudos em Sustentabiliade (FGVces), responsável pelo mestrado.

A partir de princípios de Klauss Vianna sobre a relação entre corpo e texturas do ambiente para gerar movimento, foi desenvolvida uma experiência para aprofundar a conexão dos quatro grupos de trabalho existentes na turma 4 do mestrado. Esses grupos são dedicados a projetos com temáticas da sustentabilidade e seu desenvolvimento inclui a implicação de si mesmo em todo o processo de aprendizagem e produção de conhecimento. Do receio inicial em lidar com a possibilidade de dança na sala de aula, os alunos passaram a se entregar à proposta e acabaram por produzir uma performance coletiva, digna de conceitos como arte contemporânea e complexidade.

Se é difícil relatar a força da experiência e a reverberação no grupo, algumas fotos ajudam a dar um gostinho da performance.