Gerar, fortalecer e difundir conhecimento

A mente é capaz de pensamentos inspiradores, mas também pode ficar aprisionada em modelos mentais. Por vezes, também pode se perder antes de chegar em novas ideias ou ainda confundir-se para entender conceitos complexos ou até desanimar diante de grandes desafios. Felizmente, o intelecto humano pode ser impulsionado de muitas formas. Uma delas é apostar na conexão corpo-mente.

20170615_il_conecsoma_depositphoto_rdx_clrDinâmicas de consciência corporal têm a potência de produzir imagens, sensações e descobertas que vão muito além do corpo. Elas podem revelar paralelos interessantes e surpreendentes entre aspectos da vida de cada pessoa, da sociedade e da natureza, e qualidades inerentes ao corpo como seus fluxos comunicativos, suas estruturas integradas, a rede entre funções fisiológicas e microrganismos e muito mais…

Explorar gestos e movimentos também é um caminho para abrir horizontes de cada um sobre si mesmo, suas relações com os outros e com o ambiente. Todos esses estímulos trazem percepções que estão para além do hábito e dos vícios de pensamento e da lógica puramente racional. Por isso, o corpo pode ser a fonte de descobertas tão pulsantes que gerem de fato novas ideias, fortaleçam entendimentos sobre questões mal compreendidas e ampliem horizontes perceptivos e criativos.

Confira abaixo exemplos de como fazemos isso na prática e entre em contato para saber mais (11.3280.9879) ou fale diretamente com ricardo@conecsoma.com.br.

PicsArt_10-20-06.06.43
Círculo masculino de confiança

Vivemos tempos de questionamentos intensos sobre identidades , qualidade nas relações, padrões de comportamento, heranças do patriarcado, masculinidade tóxica. Mas nem sempre temos o tempo, os estímulos ou a atmosfera de confiança para construir um diálogo mais profundo sobre o masculino Essa foi a perspectiva de um retiro inspirador, em que corpo e movimento impulsionaram reflexões sobre o homem contemporâneo, como parte das atividades que vêm sendo conduzidas por um grupo de jovens que participam de um círculo masculino de confiança. Confira todas as imagens aqui

20180121_il_siteof_plstrcblr1
Clique para assistir a palestra

Palestra O Corpo para além da aparência: camadas de sentidos

Papo-Cabeça é uma série de encontros para dialogar sobre questões femininas e desafios da mulher na sociedade contemporânea. Na terceira edição do evento, realizada em 2018, Ricardo Barretto foi convidado a levar a perspectiva do corpo para a conversa. Além de falar sobre camadas de sentido do universo corporal, o mentor do projeto ConeCsoma conduziu uma experiência somática para deixar à flor da pele conceitos abordados na palestra.

Diálogo sobre gênero no Intent (FGV)

A Formação Integrada para Liderança Empreendedora (Intent) é mais um curso inovador que surge na graduação da FGV-SP. A proposta é trazer desafios reais do universo da gestão, junto à autoformação dos alunos, por meio de metodologias que trazem um olhar integrador para a educação.

20170828_cs_intent_1Na primeira edição do curso, foi promovida uma série de workshops, denominada F R E S T A – Integrando Conhecimento. O objetivo foi abrir à comunidade discussões sobre temas relevantes, estimulando e exercitando a habilidade dos alunos em facilitação de conversas. Para tanto, foram chamados convidados para participarem de alguns dos encontros, mostrando abordagens diferentes para estimular o diálogo. Ricardo Barretto, mentor do ConeCsoma, foi convidado para trazer a perspectiva do corpo para a discussão de gênero promovida pelas alunas Luisa Pellegrino e Clio Radomysler.

20170828_intent_dsnhs_mntg_rdx“Aguçamos a percepção interna do corpo e o mover a partir dela, explorando qualidades e camadas que revelaram conexões entre as pessoas, independente de gênero”, conta Ricardo sobre o trabalho desenvolvido. “Com isso foi possível revelar, ao mesmo tempo, conexões possíveis entre gêneros diversos e sutilezas do ser humano.” Ao final da vivência corporal, foram esboçados desenhos desses seres humanos possíveis, abrindo espaço para uma partilha sobre a experiência e uma reflexão coletiva sobre a questão de gênero.

Virada Sustentável

Que tal confiar no corpo para uma abordagem instigante sobre a sustentabilidade? Essa foi a intenção do ConeCsoma ao oferecer quatro dias de oficinas variadas para tratar dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável durante a Virada Sustentável 2017, em São Paulo, a partir da perspectiva do corpo. Como? Conversando, movendo e percebendo conexões entre o corpo e as questões socioambientais. Oito ODS foram reunidos na agenda completa, abordados por sete profissionais de diferentes atuações e perspectivas de trabalho corporal. Saiba mais nos links abaixo.

20170813_cs_vrd_ods.pngODS 4 – EDUCAÇÃO DE QUALIDADE NA PERSPECTIVA DO CORPO
Ricardo Barretto

ODS 14 – VIDA SOB A ÁGUA: UMA VIVÊNCIA DE FLUXOS AQUÁTICOS NO CORPO PELO BMC®
Leticia Sekito

ODS 15 – VIDA SOBRE A TERRA, UMA ABORDAGEM PELO CO.MOVER
Rodrigo Cardoso

ODS 13 – COMBATE ÀS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS PELA SABEDORIA DO CORPO E DO MOVIMENTO
Ricardo Barretto

ODS 5 – IGUALDADE DE GÊNERO A PARTIR DO CORPO E DO MOVIMENTO: QUAL É TEU FEMININO?
Jô Pereira

ODS 2 – FOME ZERO É FUNDAMENTAL, MAS E O AMBIENTE CORPORAL QUE GARANTE A NUTRIÇÃO?
Hélio Borges

ODS 3 – BOA SAÚDE E BEM-ESTAR PELAS TRAJETÓRIAS DO TAI CHI PAI LIN
Emi Miura

ODS 10 – REDUÇÃO DE DESIGUALDADES PELA ÓTICA DA AUTONOMIA E DA DANÇA
Bárbara Côrtes

Aliança Rio Doce

20170613_prj_festivalriodoce_convoca.pngEssa é uma rede de redes de cidadãos sensibilizados pela tragédia de Mariana, que tem se mobilizado para apoiar as comunidades afetadas pela lama tóxica que se alastrou ao longo dos 700 km do Rio Doce, chegando até o mar e comprometendo o ambiente, modos de vida e o universo simbólico de milhares de pessoas.

Dentre as iniciativas da Aliança Rio Doce está o Festival Cultural Regenera Rio Doce, que acontece no mês de julho em Regência (ES). Na fase de preparação aconteceu um encontro convocatório para reunir pessoas e organizações interessadas em apoiar a iniciativa. O evento foi realizado no Lab-C, o espaço de experimentações do projeto ConeCsoma, e teve como ponto de partida uma atividade corporal conduzida por Ricardo Barretto,

A dinâmica de meia hora consistiu em sensibilizar os participantes para a imensidão líquida que nos constitui da pele para dentro. A experiência foi estabelecendo uma ponte entre os corpos no Lab-C, o Rio Doce e o território que ele define, revelando assim como a cada situação de recolhimento no corpo, na natureza, na sociedade, podem surgir suportes e a potência de expansão para um momento seguinte.

Formação IHP de Empreendedorismo Social

Essa iniciativa reúne 15 estudantes estrangeiros para um percurso formativo por três países diferentes, onde conhecem realidade locais, desafios e oportunidades para o empreendedorismo social. A etapa final do programa aconteceu no Brasil onde era necessário fazer uma finalização da viagem, capaz de fazer emergir destaques da trajetória do grupo e de cada participante.

20170504_151757_blh.jpgAssim, o fechamento do processo aconteceu no Lab-C, onde fizemos uma jornada pelo universo corporal de cada um, reconhecendo seus apoios e suas conexões internas como trajetórias físicas, perceptivas e emocionais. Essa investigação desdobrou na exploração de movimentos e de deslocamentos no espaço do Lab-C. A partir daí, as pessoas do grupo forma orientadas a construir depoimentos corporais de movimento que expressassem aprendizados e descobertas marcantes da viagem.

“Foi incrível falar de um jeito não racional de coisas tão impactantes para nós”, disse uma das alunas na roda de conversa final.

Bode na Sala sobre Consumo

O evento Bode na Sala é realizado periodicamente pela Página22, publicação do Centro de Estudos em Sustentabilidade da FGV-EAESP, com o objetivo de abordar temas quentes sobre os rumos de desenvolvimento da sociedade e de sua relação com o ambiente. Uma das preocupações do evento é oferecer modos criativos de promover reflexão e debate.

Neste sentido, na edição que tratou do tema de consumo, a Página22 convidou Ricardo Barretto para fazer uma intervenção corporal que complementasse as diferentes falas de especialistas. A partir de gestos cotidianos, as 200 pessoas presentes foram convidadas a construir uma breve sequência de movimentos coletiva, onde cada gesto revelava um aspecto de nossa relação com o consumo. Algo bastante simples na forma, mas com um grande impacto para materializar para cada participante seu envolvimento com a questão real.