Primeiro vieram os ditos populares. Depois as experiências de consciência corporal e educação somática sutil, como o Body-Mind Centering. E então a ciência se abriu à inescapável realidade de que o coração reage às nossas emoções. Até mesmo muda de forma, como nos explica o cardiologista Sandeep Jauhar, ao compartilhar anos de pesquisa no TED Summit 2019.

ted_jauhar_emotions_heart_2

Assim como a neurociência, diferentes áreas da medicina vêm se abrindo – e encantando-se – com as maravilhas do corpo integrado. Trilhando um caminho positivo para a ciência e a sociedade se desvencilharem do paradigma cartesiano que durante séculos separou corpo, mente, psique, alma, espírito.

Músculo muito além da academia e do esporte

Pense uma trama de fibras que dialogam entre si, por meio de movimentos que vão do centro para as extremidades e das extremidades para o centro. Esse diálogo vai muito além de habilidades físicas. Fala de nosso estado de espírito, nossos afetos, nossos instintos, nossa capacidade de adaptação, nossa ancestralidade, nossas relações com os outros e o ambiente.

SELECIONAMOS CONTEÚDO INSPIRADOR PARA VOCÊ IR MAIS FUNDO NESTE ASSUNTO:

20180503_mltmd_alemmusculo